Brasil

17/04/2018 11:08 Reuters

Maioria defende manutenção da prisão de condenados em 2ª instância, aponta Datafolha

Pesquisa do instituto Datafolha publicada nesta terça-feira aponta que 57 por cento dos brasileiros apoia a prisão de réus condenados em segunda instância, como ocorreu com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com o levantamento, publicado pelo jornal Folha de S.Paulo, a maioria dos entrevistados considerado justo que um acusado seja detido após ter a condenação confirmada em segundo grau, mesmo tendo direito a recursos a tribunais superiores.

Para 36 por cento dos entrevistados, o mais justo seria a prisão somente após a conclusão do processo em todas as instâncias possíveis do Judiciário, e 6 por cento não souberam responder, segundo o Datafolha.

O início do cumprimento da pena após condenação em segunda instância ganhou destaque recentemente devido à prisão do ex-presidente Lula, em 7 de abril, por condenação a 12 anos e 1 mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região pelo caso do tríplex no Guarujá (SP).

A defesa do ex-presidente aposta em uma eventual mudança de entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre o assunto para que o ex-presidente saia da prisão.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo