Brasil

26/05/2019 18:28 UOL

Brasília tem boneco inflável de Moro e crítica às lagostas do STF

Cerca de 10 mil pessoas participaram em Brasília do ato em favor do governo de Jair Bolsonaro (PSL), na manhã de hoje. O cálculo é da Policia Militar do Distrito Federal, que sobrevoa a área e envia projeções de público ao comando da corporação. Os organizadores do ato em Brasília calculam que pelo menos 50 mil estiveram na Esplanada dos Ministérios, de acordo com a coordenadora da ONM (Organização Nacional dos Movimentos), Lúcia Otoni.

O grupo iniciou a concentração na altura da Biblioteca Nacional e seguiu em direção à Praça dos Três Poderes, onde estão o Palácio do Planalto e o Congresso. Parte dos manifestantes foi direto para o gramado situado em frente à Casa Legislativa.

Há várias faixas e cartazes em favor de medidas como a reestruturação dos ministérios do governo Bolsonaro, o pacote anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e a reforma da Previdência.

Os manifestantes levaram para a frente do Congresso um boneco gigante do Super Moro, em referência ao ministro da Justiça Sérgio Moro. Os manifestantes ainda criticaram o Congresso e o STF, referindo-se à compra de lagosta por parte do Supremo.

A multidão está concentrada no entorno de dois trios elétricos caracterizados com faixas de grupos de direita. Participam da organização do ato movimentos como Limpa Brasil e Direita Brasil. A maioria dos presentes veste roupas nas cores da bandeira brasileira, verde e amarela.

Declarado fã do presidente Jair Bolsonaro, o advogado Paulo Souto afirmou ter feito questão de convencer toda a família a comparecer ao protesto na Esplanada dos Ministérios. "É uma obrigação de todo brasileiro lutar pelo que acredita. E eu tenho certeza que o Bolsonaro está no caminho certo", comentou.

Os movimentos defendem pautas de interesse do governo, como a reforma da Previdência e o pacote anticrime, e repudiam o "centrão" --visto pelos militantes como obstáculo à aprovação das propostas no Congresso.

Entre os movimentos da sociedade civil que convocaram as manifestações estão Nas Ruas, Avança Brasil e Ativistas Independentes. O Clube Militar também declarou seu apoio, e parlamentares federais e estaduais do PSL confirmaram presença.

Os organizadores dos atos negam envolvimento com o governo ou partidos e tratam o movimento como "espontâneo". Bolsonaro cogitou participar das manifestações, segundo relatos de pessoas próximas, mas depois anunciou publicamente que não o faria.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo