Brasil

08/11/2019 12:00 BBC News Brasil

REPERCUSSÃO LÁ FORA: "Vitória de Lula": imprensa mundial destaca decisão do STF

O Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quinta-feira (7/11), por 6 votos a 5, que a prisão de pessoas condenadas pela Justiça só deve ocorrer após o esgotamento de todos os recursos possíveis — o chamado trânsito em julgado.

A decisão beneficia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — preso desde abril de 2018 —, que pode ser solto a qualquer momento. Além do ex-presidente, há outros 4.895 réus que poderiam potencialmente se beneficiar da mudança de entendimento do Supremo sobre prisão após condenação em segundo grau, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Poucos minutos após o fim do julgamento, o termo "Lula" passou a liderar o ranking dos temas mais falados no Twitter mundial. Os principais jornais e veículos da imprensa internacional também noticiaram a decisão da corte ainda na noite da quinta-feira.

Clarín publicou texto de correspondente no Brasil e fala do presidente argentino recém-eleito, que comemorou possibilidade de soltura de Lula
 
 
Clarín publicou texto de correspondente no Brasil e fala do presidente argentino recém-eleito, que comemorou possibilidade de soltura de Lula
Foto: Reprodução / BBC News Brasil
 

Clarín, da Argentina, destacou entre as principais chamadas de seu site: "Decisão de corte do Brasil abre as portas para a liberação de Lula". O texto, assinado por Guido Nejamkis, correspondente do jornal no Brasil, destacou o julgamento da pauta no STF e o debate entre os ministros da corte.

Mas a reportagem também traz uma contextualização política: "Para a mudança de jurisprudência no tribunal, os vazamentos do (site) Intercept tiveram definitivamente um peso; eles mostraram também supostas manobras de juízes e promotores contra membros do Supremo Tribunal Federal. O ministro da Justiça e os promotores de Lava Jato negam a autenticidade dessas mensagens, mas (Gilmar) Mendes deixou clara sua influência (no julgamento)."

O jornal também publicou uma reportagem repercutindo fala do recém-eleito presidente da Argentina, Alberto Fernández, que comemorou no Twitter: "Valeu a pena a demanda de tantos!", escreveu, usando a hashtag #LulaLivreAmanhã!.

O jornal britânico The Guardian traz uma chamada na capa do site para a decisão do STF, destacando uma reportagem publicada pela agência de notícias Associated Press.

O texto lembra que Lula era "favorito para vencer as eleições presidenciais 2018", mas que sua condenção o impediu de concorrer.

The Guardian - decisão do STF que beneficia Lula
 
The Guardian - decisão do STF que beneficia Lula
Foto: BBC News Brasil
 

Os jornais americanos The New York Times e The Washington Post também registraram a decisão do STF por meio de textos de agências de notícias, mas sem destaque em seus sites.

O jornal português O Público publicou, sem muito destaque em seu site, matéria intitulada "Supremo brasileiro anula prisão em segunda instância e Lula poderá ser libertado" — que destacou, além da perspectiva de soltura de Lula, que "38 condenados no âmbito da Lava-Jato, maior operação contra a corrupção no Brasil, serão beneficiados, segundo o Ministério Público Federal".

 

A decisão do STF - e seu impacto na possível soltura de Lula - também foi noticiada na França.

Segundo o Le Figaro, a libertação do ex-presidente pode "remodelar o xadrez político no Brasil, onde a oposição permanece inaudível desde a posse do presidente Bolsonaro em janeiro".

"O Partido dos Trabalhadores (PT) não enterrou seu líder histórico e ainda precisa de Lula, que mantém milhões de simpatizantes, principalmente no nordeste desfavorecido, e claramente não desistiu da luta política", escreveu o diário, com informações da agência de notícias AFP.

Já o Le Monde disse que a decisão do STF "não poderia ter sido melhor (para Lula)".

Le Monde - decisão do STF que beneficia Lula
 
 
Le Monde - decisão do STF que beneficia Lula
Foto: BBC News Brasil
 

"O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acaba de obter uma vitória legal decisiva, que pode levar à sua rápida libertação", assinalou o diário.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo