Brasil

27/04/2020 07:58 www.poder360.com.br

Bolsonaro tenta rebater Fantástico e é interrompido por internet ruim

O presidente Jair Bolsonaro tentou rebater neste domingo (26.abr.2020) reportagem do programa Fantástico da TV Globo, mas foi por 3 vezes interrompido em sua live no Facebook pela má qualidade da internet. 

Em 1 dos únicos trechos audíveis dos vídeos produzidos diretamente da residência oficial, o Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que o repórter que conduziu a notícia, Vladimir Netto, é filho da também jornalista Miriam Leitão. Ele também citou o fato de que a mulher do jornalista, Giselly Siqueira, havia sido assessora de imprensa do Ministério da Justiça do então ministro Sergio Moro.

“O Fantástico acabou agora uma matéria onde quem apresentou foi o sr. Vladimir Netto, filho da Miriam Leitão, cuja esposa trabalhava até pouco tempo como assessora de imprensa DAS 6 do sr. Sergio Moro do Ministério da Justiça. Acho que só isso aqui já dá para [corta o vídeo], disse.

Diferentemente do que disse Bolsonaro, Giselly não trabalhava com Moro até “pouco tempo”. Ela pediu demissão em 9 de julho de 2019. O repórter Vladimir Netto é autor do livro “Lava Jato – O juiz Sergio Moro e os bastidores da operação que abalou o Brasil”, de 2016. Na obra,  relata em detalhes toda a fase inicial da Lava Jato.

Em todas as vezes que tentou falar com seus seguidores pela plataforma Bolsonaro foi interrompido por falhas na conexão com a internet. Na 3ª vez que entre ao vivo, de outro local do palácio que o original, ele inclusive reclama abertamente da internet presidencial.

“Oi pessoal, vamos tentar pela 3ª vez a live. Se não for possível eu vou cancelar. Já determinei aqui que a internet do Alvorada não pode ser desse padrão que está aí. Eu acho que o presidente da República tem que ter uma internet, esse instrumento, para poder também trabalhar”, declarou.

Como ele mesmo avisou, desistiu de se expressar sobre a reportagem depois das interrupções. O serviço de internet do Palácio da Alvorada é prestado pelo Serpro, empresa pública de tecnologia da informação.

O presidente chegou a dizer em trecho inteligível que “contrariou seus princípios” para assistir à TV Globo. Fez isso porque havia sido avisado que a matéria seria “uma bomba”.

A reportagem recapitula o andamento do inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a criação e disseminação de fake news. Segundo a emissora, o Planalto se preocupa  que os inquéritos cheguem aos filhos do presidente que os inquéritos possam atingir dois filhos do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro e o deputado federal Eduardo Bolsonaro.

O ministro do STF Alexandre de Moraes determinou, depois das acusações de Moro, que os delegados que estão no inquérito das fake news, que podem atingir Carlos e Eduardo, sejam mantidos em seus postos.

Durante o vídeo, a relatora da Comissão Mista do tema do Congresso Nacional, Lídice da Mata (PSB-BA), afirma que as investigações dos congressistas se aproximam dos filhos do presidente Carlos e Eduardo Bolsonaro. Um é vereador pelo PSC do Rio de Janeiro e o outro é deputado pelo PSL de São Paulo.

Clique aqui e veja os videos


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo