Cidade

13/12/2017 06:01 Folha do Progresso

Motoristas sofrem precaridade na BR-163 entre Novo Progresso e Moraes Almeida

A maioria dos motoristas que trafegam pela rodovia BR-163 no Pará estão ansiosos para que o exército resolva a precariedade da rodovia para que eles possam retomar o caminho até o porto de Miritituba. São mais de 8 anos de estagnação da rodovia com investimentos sem resultados [a situação é catastrófica]. Bastou as primeiras chuvas para deixar intransitável a rodovia federal BR-163, no Estado do Pará.

Nesta segunda-feira (11) o caos foi formado no trecho de responsabilidade do Exército Brasileiro, centenas de caminhões tiveram que parar no trecho sem pavimentação da rodovia. Uma fila de caminhões se estendeu a mais de 30 quilômetros pela BR, em sua maioria são caminhões que transportam carga de grãos [soja e milho] do estado do Mato Grosso até o porto de Miritituba e Santarém no Pará.

A reclamação dos motoristas é sobre o sofrimento, eles têm que ficar parado por horas e muitos dormem no caminhão sem alimentação. Os motoristas fecharam a rodovia em fila de três caminhões, ninguém passou. “O pior está por vir” relatou o caminhoneiro em vídeo, comparando o caos de janeiro/fevereiro de 2017 com o próximo ano. Ele fez um vídeo para mostrar o caos e postou no grupo de WhatsApp.

O local que impede o trafego tem uma extensão aproximada de pouco mais de 10 quilômetros, o Exército está no local, mas não consegue deixar a rodovia trafegável devido o volume de chuva.

 


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo