Cidade

28/12/2017 12:03

Número de colisões frontais reduz 28% na BR-163, em Mato Grosso

Os dois tipos de acidentes que mais deixam vítimas em rodovias, as colisões frontais e as traseiras (incluindo os engavetamentos), foram menos recorrentes na BR-163 em 2017. Levantamento da Rota do Oeste demonstra que, de 1º de janeiro a 30 de novembro de 2017, os registros de colisões frontais reduziram 28% e os relacionados às traseiras caíram 10,8%, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Em 2016, foram contabilizadas 106 colisões frontais, contra 76 este ano. Juntos, as colisões traseiras e engavetamentos somaram 656 casos em 2017, contra 773 registros no ano anterior.

O diretor de Operações da Rota do Oeste, Fernando Milléo, chama a atenção ainda para a diminuição de 42,5% no número de óbitos em decorrência das colisões frontais. “No ano passado, este tipo de colisão representou apenas 4% do total de acidentes, porém foi responsável por 51% das mortes no trecho sob concessão, deixando 54 vítimas. Este ano, até novembro, as colisões frontais representam 3% dos registros, resultando em 36% dos óbitos, o equivalente a 31 mortos”, destaca. 

Com relação às colisões traseiras, os dados demonstram que este tipo de acidente representou 26% e 23% do total de ocorrências em 2016 e 2017, respectivamente. E ocasionaram 18% das mortes este ano, com 16 vítimas.

Na avaliação de Milléo, a queda nos registros é reflexo de uma soma de fatores, que inclui uma maior conscientização dos motoristas, as campanhas educativas realizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Rota do Oeste, além de uma penalidade mais severa em desfavor de quem é flagrado ultrapassando em locais proibidos ou realizando ultrapassagens forçadas. “Grande parte deste resultado é mérito dos motoristas. Os condutores têm papel fundamental no cenário e no que ocorre no trânsito. Cada pessoa que dirige pode ajudar a reduzir ou aumentar esses números”.

Para este período do ano, em que as pessoas estão focadas nas festas e no entretenimento, o gerente de Operações recomenda que as distrações ocorram foram das rodovias. Durante as viagens, os motoristas devem ficar atentos às leis de trânsito, trafegar dentro do limite de velocidade, não ingerir bebidas alcóolicas, não usar o telefone celular, usar o cinto de segurança, ou seja, adotar as medidas de segurança para realizar um percurso tranquilo. “É importante que as festas comecem quando a viagem termina, quando a pessoa e a família chegam ao destino”.

Veículos de cargas - Outro número de destaque, na avaliação do diretor de operações, é referente ao envolvimento de carretas e caminhões, principais tipos de veículos que circulam a BR-163. Os dados da Rota do Oeste apontam que ocorreu uma queda de 37% nos casos de colisões frontais e 12% com relação aos choques traseiros. “É um resultado considerado positivo para o tráfego na rodovia. Todo o trabalho que desempenhamos tem como foco diminuir acidentes e preservar vidas”, avalia Milléo. 


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados a Gund e Caldas LTDA ME - Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo