Cidade

20/04/2018 07:13 extra.globo.com

Presidente de Uganda ameaça proibir o sexo oral: 'Boca é para comer'

O sexo oral pode ser proibido em Uganda. A ameaça vem do presidente do país africano, Yoweri Museveni, de 73 anos. "Permitam-me lançar um alerta público sobre práticas erradas das quais algumas pessoas participam e que são promovidas por alguns estrangeiros. Uma delas é o que chamam sexo oral", disse Museveni em discurso.

"A boca é para comer, não para o sexo. Nós sabemos qual é o endereço do sexo, sabemos aonde é que devemos ir", acrescentou o líder, que vai lançar campanha para criminalizar práticas sexuais "condenáveis". Museveni gosta de temas polêmicos. Em 2014, ele aprovou uma lei que punia até com prisão perpétua a prática consensual da homossexualidade. Sob muita pressão internacional, o governo anulou a lei meses depois.

Sexo oral é tema recorrente nos discursos do presidente, que prega a abstinência sexual para combater a disseminação do vírus da Aids. Anos atrás, ele comentou: "Você coloca a boca lá e você volta com vermes e eles entram no seu estômago, porque (a boca) é o endereço errado."

Museveni chegou ao poder em 1986, após uma revolta armada.

Com 35 milhões de habitantes, Uganda ocupa a 163ª posição no ranking de desenvolvimento humano (IDH) feito pela ONU.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo