Cidade

20/04/2020 07:09 MidiaNews

Leitão crê em desistência de adversários na disputa ao Senado

Pré-candidato ao Senado, o ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB) afirmou que o adiamento da eleição suplementar deve provocar mudanças entre os nomes que pleitearão a vaga aberta em razão da cassação da senadora Selma Arruda (Podemos).

Passado o prazo de convenções partidárias, 12 candidaturas foram formalizadas. Ocorre que, em razão da pandemia da Covid-19, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou o pleito – que seria realizado em 26 de abril – e ainda não há nova data. Desta forma, o processo voltou à estaca zero.

Na avaliação de Leitão, as desistências devem ocorrer já que entre os nomes definidos lá atrás, alguns devem optar por uma disputa a prefeito nas cidades do Estado. Apesar de o tucano não citar nomes, ventila-se, por exemplo, que Gisela Simona (PROS) e procurador Mauro Lara de Barros (PSOL) podem tentar uma candidatura em Cuiabá.

“Acredito que deve diminuir o número de candidatos, exatamente em função da disputa municipal. Na minha chapa, por exemplo, meus dois suplentes ensaiam uma candidatura a prefeito”, disse. 

“O Vander Masson, é um pré-candidato em Tangará da Serra e o próprio Júlio César [que é de Barra do Garças] também ensaia uma disputa. O que já altera o quadro. E vejo que isso deve acontecer em outras chapas também”, acrescentou.

Leitão afirmou que, de sua parte, a candidatura está mantida. Segundo ele, é preciso passar o momento mais crítico do novo coronavírus e aguardar uma definição por parte da Justiça Eleitoral.

Unificar as eleições

Ele disse acreditar que a eleição deve ocorrer neste ano, independente se será realizada paralelo às eleições municipais ou não.

“Estou em ‘stand-by’, aguardando a convocação do TSE. Tem que ter eleição esse ano. Poderá ocorrer junto a de prefeitos e vereadores, apesar de alguns ministros não concordarem por ser candidaturas totalmente diferentes a de senador”, disse.

“Mas, por se tratar de um fato inesperado, acredito que não teria problemas em unificar as eleições. Não me oponho a essa ideia, o que não pode é ficar sem a vaga. Do jeito que acontecer a eleição, estou preparado”, afirmou.

Até a definição, Leitão disse que continuará conversando com suas bases para que, tão logo marcada a data da eleição, ele já retome sua candidatura.

“Tenho uma base pronta e é mais fácil construir uma candidatura dessa forma. A campanha começou e parou, quando reiniciar não vai ter tempo a perder, vai ser um processo curto. Quando der o start, já estaremos direto no jogo”, completou.


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo