Vídeos

13/04/2018 04:28

Medeiros usa regimento para impedir que petistas incluam Lula no nome veja vídeo

O senador José Medeiros (Podemos) conseguiu impedir os senadores e deputados federais do PT de incluir o sobrenome Lula nos seus nomes parlamentares que aparecem nos painéis eletrônicos do Senado e Câmara dos Deputados. Para isso, evocou o artigo 7º do Regimento Interno.

“Transformou num verdadeiro circo o plenário. Aí evoquei o artigo 7º do Regimento do Senado Federal, onde diz que o nome parlamentar é definido por ocasião da posse do parlamentar e com somente duas palavras. Eles querem fazer chicana com o Parlamento, mas estou aqui para fazer o contraponto”, afirmou Medeiros, acusando a esquerda de tentar politizar um assunto policial, durante sessão plenária realizada ontem (11).

Medeiros ainda explicou que somente pediu para usar o nome Moro como estratégia de forçar o presidente do Senado, Eunicio Oliveira (MDB-CE), e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a recusarem a mudança pedida por todos os parlamentares de esquerda. Isso porque Medeiros anunciou que faria homenagem ao juiz Sérgio Moro, que decretou a prisão de Lula, como contraponto aos apoiadores do ex-presidente que está detido em Curitiba (PR).

“O que eles queriam era ver o nome do Lula figurando no painel do Senado e da Câmara. Algo inadmissível e que, prontamente, impedimos”, comemorou.

Além disso, Medeiros votou contra o requerimento apresentado pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ) para formar uma comissão de 12 senadores que vai a Curitiba verificar in loco as condições da sala onde Lula está preso na sede da Polícia Federal. No entanto, a matéria foi aprovada mediante a garantia que as despesas da viagem serão custeadas pelos próprios parlamentares. 

Questão policial

Para Medeiros, a esquerda tenta jogar a população brasileira contra o juiz Sérgio Moro. De acordo com o senador, a prisão do ex-presidente Lula é uma questão policial. “O Moro simplesmente julgou os fatos que chegaram nas mãos dele. Lula foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. O processo passou por mais de 15 juízes, sempre com a mesma decisão. Portanto, a conclusão desse processo culmina com a prisão do Lula”, concluiu o senador. (Com Assessoria)

 


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo