Destaques

05/02/2017 18:57

Fluxo de veículos cresce 17,6% com escoamento da safra

Com o início da colheita de soja em Mato Grosso, a BR-163 apresentou um movimento 17,6% maior em janeiro, em comparação a dezembro de 2016. No último mês, a Rota do Oeste registrou o tráfego médio de 975 mil veículos de cargas na rodovia, contra 829 mil carretas e caminhões em dezembro passado.  

O aumento no fluxo de veículos deve crescer ainda mais nos próximos meses em função do escoamento da produção do grão, que deve chegar a 30,5 milhões de toneladas, conforme projeção apresentada pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato).

Para o período de escoamento, que vai até abril, a concessionária estima uma ampliação de tráfego em 20%, o equivalente a 11 mil veículos a mais por dia na rodovia. Conforme o gerente de Pedágio, Wilson Ferreira, o tráfego em janeiro ainda ficou um pouco abaixo da estimativa para a época, situação motivada pela manifestação dos caminheiros, registrada de 13 a 18 de janeiro.

“O excesso de chuva no norte de Mato Grosso também impediu que parte da soja fosse colhida, o que termina refletindo diretamente na BR-163, principal canal de escoamento no Estado”, pontua Ferreira.

O vice-presidente da Aprosoja, Elson Pozzobon, destaca que o mau tempo afetou um pouco a região de Lucas do Rio Verde, porém o momento é de olhar para frente. Dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontam que 16% da soja plantada já foi colhida e a previsão de Pozzobon é que haja um aumento expressivo até o final de fevereiro. “Normalmente, o pico da colheita ocorre em fevereiro e março, mas antecipamos o plantio para setembro de 2016, em decorrência das condições climáticas. Então, em 2017 o momento mais intenso da colheita começa agora, no final de janeiro e decorrer de fevereiro”, explica.

 

Recomendações – Com o aumento do fluxo de veículos na BR-163, usuários devem redobrar a atenção, evitar ultrapassagens irregulares ou forçadas, não ingerir bebida alcóolica antes de dirigir e seguir rigorosamente as leis de trânsito.

 

Quem tiver a oportunidade de programar as viagens, deve entrar em contato com o 0800 065 0163, da Rota do Oeste, e se informar sobre as condições de tráfego, visto que temos uma rodovia em obras, com vários pontos sendo operados em sistema ‘Pare e Siga’, o que eventualmente resulta em trânsito lento em alguns segmentos.

 

Em caso de problemas, de qualquer natureza, durante a viagem o usuário também deve entrar em contato com a Concessionária pelo 0800 solicitando apoio. A Rota do Oeste mantém equipes de atendimentos em bases localizadas a cada 47 quilômetros da rodovia. Os integrantes são treinados para atender ocorrências de todas as naturezas.

 

Sobre a Rota do Oeste - A Rota do Oeste, empresa da Odebrecht Rodovias, é responsável pela recuperação, conservação, manutenção e implantação de melhorias da BR-163, bem como a oferta de serviços de atendimento ao usuário, entre os municípios Itiquira (MT) e Sinop (MT), um trecho com extensão de 850,9 quilômetros.

 

Nos primeiros anos de atuação, a concessionária duplicou 117 quilômetros da rodovia, da divisa com Mato Grosso do Sul até Rondonópolis. A Rota do Oeste também tem a missão de ampliar a pista da BR-163, do Posto Gil a Sinop, e da rodovia dos Imigrantes (BR-070). Juntos, os segmentos somam 453,6 quilômetros.  Ainda como parte do escopo de trabalho está a recuperação e conservação do trecho de 108 quilômetros entre Várzea Grande e Rosário Oeste.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo