Destaques

04/02/2018 15:29 DC

Mato Grosso registrou em 2017 embarques históricos ao movimentar 18,01 milhões de toneladas de soja

Ano de produção recorde de soja também foi ano de exportações recordes. Maior produtor do grão no país, Mato Grosso registrou em 2017 embarques históricos ao movimentar 18,01 milhões de toneladas (t).  Esse recorde revela um aumento de 18,33% sobre o saldo de 15,22 milhões de toneladas de 2016. Do total exportado, 11,77 milhões t, ou, 84,50%, tiveram a China como destino no ano passado. 


Conforme dados analisados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), as exportações tiveram sete meses consecutivos de vendas intensas, de fevereiro a agosto, e, de forma inédita, um ‘repique’ em dezembro, quando as exportações somaram 229,33 mil t ante 33,90 mil t em igual mês de 2016.  As exportações foram abertas em fevereiro refletindo a antecipação da colheita, bem como sua velocidade em ofertar ao mercado as primeiras toneladas da nova safra, nesse caso, o ciclo 2016/17. Em fevereiro do ano passado as exportações movimentaram 1,69 milhões t contra 728,51 mil t no mesmo mês de 2016.

O maior volume mensal foi aferido em abril, quando 3,29 milhões t foram exportadas. Nesse mês, conforme dados do Imea, a China fez sua maior compra, ou seja, das 3,29 milhões t embarcadas, 2,31 milhões t foram para o mercado chinês.  Chama à atenção ainda a movimentação de agosto que praticamente duplicou ao passar de 577,32 mil t em 2016 para 947,56 mil t em 2017. 


O economista da PR Consultoria, Carlos Vitor Timo Ribeiro, acrescenta que a soja em grão exportada pelo Estado durante o exercício 2017 representou 26% do total embarcado pelo Brasil. “As exportações da soja em grão atingiram US$ 6,80 bilhões ante US$ 5,60 bilhões, alta anual de 21,4%”. 
ESCOAMENTO – Se 2016 já tinha sido marcado pela significativa participação dos portos do Arco Norte nas exportações da soja produzida em Mato Grosso, 2017 foi o ano de confirmar essa via de escoamento como uma importante alternativa ao Estado.

Das principais instalações localizadas no Norte do país, Barcarena no Pará, foi o porto que mais recepcionou e despachou o grão mato-grossense, aumentando em mais de 86% os embarques, foram 3,38 milhões t contra 1,81 milhão t em todo ano de 2016. “Percebe-se um aumento nos embarques de soja mato-grossense pelo Arco-Norte, que registrou a maior participação na série histórica, com 42,7% do total embarcado pelo Estado no ano passado”, apontam os analistas do Imea. 
O porto de Santos (SP) continua sendo a principal rota de escoamento da soja estadual e inclusive ampliou a movimentação em 17,92% no ano passado. Foram 8,42 milhões t ante 7,14 milhões t em 2016. 


Além de Santos e Barcarena registram movimentação significativa os portos de Manaus (AM) com crescimento anual de 10,48%, de 1,43 milhão t para 1,58 milhão t, São Luiz (MA) que totalizou 1,33 milhões t, em linha com os 1,32 milhões de 2016, Santarém (PA) com saldo de 1,21 milhões t. 
Para 2018, espera-se que as exportações mato-grossenses de soja continuem intensas, apresentando leve recuo anual em virtude de uma menor expectativa de produção, conforme pontuam os analistas do Imea. 


PRODUÇÃO – A safra passada (2016/17) foi marcada pelo recorde de oferta de 31,27 milhões t, volume que segundo o Imea, entrou 2018 com quase 99% do total já comercializado. 
Para a atual safra, a 2017/18, a produção está prevista em 30,60 milhões t, ou, -2,14% abaixo do recorde anterior. Mesmo se confirmando inferior ao contabilizado no ano passado, esse volume será um dos maiores da serie histórica do Imea e dessa projeção é que os analistas esperam que as exportações se mantenham firmes em 2018. 


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados a Gund e Caldas LTDA ME - Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo