Destaques

13/09/2019 05:01

MPF pede fiscalização em frigoríficos de Alta Floresta e outros seis em MT

Sete frigoríficos de Mato Grosso que ainda não firmaram compromissos públicos de controle de origem de matéria-prima devem receber fiscalização especial do Ministério do Meio Ambiente e do Ibama. É o que pede o Ministério Público Federal em recomendações enviadas aos órgãos ambientais. No total, a lista contém os nomes de 43 empresas de estados da Amazônia Legal.

O documento lista 13 medidas urgentes para conter o desmatamento e as queimadas registradas na floresta. Uma das providências é justamente a fiscalização nas empresas frigoríficas listadas na recomendação, já que elas não se comprometeram a verificar a origem da carne e a criação de gado responde por boa parte do desmatamento ilegal registrado na Amazônia.

De Mato Grosso, os frigoríficos estão localizados nas cidades de Rondonópolis, Primavera do Leste, Cáceres, Alta Floresta, Nova Monte Verde e São José do Rio Claro. Ao todo, devem receber a fiscalização dez empresas no Acre, nove no Tocantins, oito em Rondônia, sete em Mato Grosso, três em Roraima, duas no Amapá, duas no Maranhão, uma no Amazonas e uma no Pará.

As recomendações são assinadas pela Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (4CCR) e pelos procuradores da República que atuam na Amazônia Legal.

Carne legal

A verificação da procedência da carne é uma das formas mais eficazes de combate ao desmatamento ilegal. Em 2009, o MPF lançou o projeto Carne Legal, com o objetivo de monitorar e fazer o controle ambiental da cadeia produtiva da pecuária na Amazônia. Mais de 30 empresas que vendem gado, carne ou couro bovinos produzidos na região amazônica já assinaram o TAC da Carne, um acordo que prevê diversas obrigações, entre elas a de não adquirir gado criado em áreas de desmatamento ilegal ou de fornecedores em desconformidade com a legislação trabalhista e ambiental.

O projeto Carne Legal, desenvolvido pelo Grupo de Trabalho Amazônia da Câmara de Meio Ambiente do MPF, já ganhou diversos prêmios, tendo sido reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como um avanço na preservação ambiental.

Confira a lista de frigoríficos de Mato Grosso apontados pelo MPF:

Frigorífico Rondonópolis (Rondonópolis/MT)

Nutrifrigo Alimentos Ltda (Primavera do Leste/MT)

Matadouro Juba (Cáceres/MT)

Frigorífico Alvorada (Alta Floresta/MT)

Brasfri S/A (Nova Monte Verde/MT)

VPR Brasil – Importações e Exportações Ltda (São José do Rio Claro/MT)

Mataboi Alimentos S/A (Rondonópolis/MT)


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo