Destaques

13/05/2020 10:44 José Vieira do Nascimento/Jorna MT Norte

Sispumaf defende desconto progressivo para os servidores

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alta Floresta [SISPUMAF] já iniciou a discussão sobre o projeto do executivo municipal, que irá adequar a Previdência do município às novas regras impostas na Reforma da Previdência, aprovada pelo Congresso. O prazo para Estados e municípios se adequarem as novas regras é até 31 de julho deste ano. 

Em Alta Floresta, o primeiro embate enfrentado pela direção do Sindicato que representa a categoria, foi para a retirada do projeto, que já tramita na Câmara Municipal, e que seria votado em regime de urgência, sem que houvesse a oportunidade dos servidores efetivos do município, se manifestarem sobre a matéria. 

Uma das novas regras é a alíquota de contribuição dos servidores ativos, aposentados e pensionistas. Estados e municípios terão adotar a nova tabela com alíquota de desconto de 14% no salário do servidor. Os servidores aposentados e pensionistas do município, que não pagavam, passarão a ser taxados no mesmo percentual.

Para o diretor Financeiro do SISPUMAF, Edmar Silva, a retirada do regime de urgência permitirá que os servidores estabeleçam um diálogo com a Câmara de vereadores, Conselho do IPREAF [Instituto de Previdência] e a administração municipal, para discutir o que é melhor para o servidor e para os inativos [aposentados e pensionistas].
A partir do momento que a Câmara aprovar o projeto, quem não estiver no período de transição, será enquadrado à nova legislação previdenciária. O desconto feito no salário do servidor, que hoje é de 11%, irá subir para 14%.    

Municípios terão que se adequar a novas regras da Previdência até 31 de julho

“Vamos contribuir mais, com mais tempo de serviço e com as aposentadorias, que não eram taxadas. A Prefeitura e a Câmara Municipal queriam aprovar o projeto em regime de urgência. E caso isto acontecesse, a partir de agosto, todos os servidores, incluindo aposentados e pensionistas, passariam a pagar 14% de uma só vez. E isto iria causar um grande impacto para a categoria”, enfatiza o sindicalista.

“Por causa da pandemia do Covid-19, o projeto entrou na Câmara em 27 de abril, em Regime de Urgência, e iriam votá-lo no dia 28, sem que houvesse um debate. E isto seria muito ruim para a categoria, mas conversamos com alguns vereadores, conseguimos que o projeto saísse de pauta para ser analisado e discutido”, acentua. 

De acordo com Edmar, tem-se a opção de fixar o aumento para todos de forma direta, de 11% para 14% e o percentual progressivo. “Não se pode aprovar um projeto deste sem conversar com a categoria. E temos que discutir o que é melhor para o servidor. E eles queriam jogar direto para os 14%, sendo que podemos discutir a forma progressiva que é melhor para o servidor, principalmente neste momento de crise”, reitera. 

Conforme ele, a progressão é feita por faixa salarial. “Por exemplo: quem ganha R$ 1 mil, a progressão começa de 7% e vai até 22%, dependendo da faixa salarial de cada servidor, há uma tabela de desconto até o teto salarial”, esclarece. 

Segundo Edmar, a proposta do Sindicato será para aposentados e pensionistas que recebam até R$ 3 mil [por exemplo], ou até o teto salarial, sejam isentos da taxação. “Isto, dentro do projeto que foi aprovado no Congresso, pode ser feito. O município tem essa autonomia, desde que ele diminua o déficit que tem na sua Previdência. O que não pode é fazer uma reforma que vai onerar mais o sistema. Tem que diminuir o déficit”, explica Edmar.

Para o sindicalista, a discussão é importante, porque o impacto no orçamento do servidor, principalmente dos aposentados e pensionistas, será muito grande. “Como a Previdência Municipal de Alta Floresta está tranquila [é uma das melhores de Mato Grosso], podemos aprofundar no debate para chegar numa proposta que fica bom para o município, na sustentabilidade da Previdência, e o que fica, com menos impacto para o servidor”, enfatiza. 


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo