Destaques

22/06/2020 18:20 Redação I Nativa News

Nova Monte Verde : “A Saúde do Estado está colapsada!” afirma secretária de saúde buscando UTI para paciente de covid-19 em estado grave

Após caso grave de covid-19 registrado no município de Nova Monte Verde, e dificuldades enfrentadas pela secretaria municipal de saúde, secretária desabafa e aponta caos na saúde pública, falta de leitos de UTI e descaso com pacientes.

Na manhã desta segunda-feira (22) a secretária de saúde de Nova Monte Verde, Karina Galdino, fez o uso da palavra na tribuna na Câmara de Vereadores, onde desabafou sobre os casos de transmissão comunitária registradas no município e a falta de UTI para atender a paciente que se encontra em estado grave no município de Alta Floresta. A secretária afirmou que denunciará o Estado de Mato Grosso pela falta de transparência.

No início da tarde do último sábado (20) uma mulher de 53 anos, que possui histórico médico de doenças crônicas, procurou a Unidade Mista de Saúde do município de Nova Monte Verde, a paciente foi regulada ao Hospital Regional Albert Sabin em Alta Floresta com 75% do pulmão já comprometido, a paciente foi entubada e aguarda transferência para um leito de Unidade de Tratamento Intensivo – UTI.

Contabilizando 24 horas de contato com as unidades hospitalares no Estado em busca de um leito de UTI, a secretária desabafou, em entrevista a redação do site Nativa News, após conversa com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso – COSEMS/MT.  “O Boletim Informativo do Covid (serviço do Governo do Estado), ele declara que nós temos mais de 60 leitos disponíveis, de UTI em Cuiabá. Então fiz contato com o presidente do Cosems, com o secretário de saúde de lá (Cuiabá), a informação passada para nós é de que não há vaga de UTI, a equipe que trabalha na UTI está comprometida, 90% da equipe está contaminada, então não tem funcionário também”, destacou Galdino.

Galdino relatou que denunciará no Ministério Público a questão da falta de transparência “a informação é passada de forma errônea, trazendo até uma esperança para nós da secretaria, de que as pessoas vão ter uma assistência, mas é importante falar para a população não para causar o caos e desespero, mas para que eles tenham consciência de que nós estamos num estado de calamidade pública, a saúde está colapsada”, apontou Galdino frisando que “a vida das pessoas a partir de agora vai depender delas, da sua responsabilidade, de manter o isolamento social, de manter o distanciamento, de fazer o uso da máscara, da higiene necessária, então realmente é um caso muito sério que nós estamos vivendo”.

Atualmente em Nova Monte Verde são seis casos confirmados, destes três já recuperados, mas conforme Galdino a população não deve se apegar ao fato de serem poucos casos, porque em todo lugar começou assim, afirmando que o município já perdeu o controle, a transmissão é comunitária. “Por isso que a gente tem ressaltado, eu vou bater em cima dessa tecla, as pessoas não estão tendo responsabilidade, as pessoas estão fazendo festa, não estão respeitando, se a pessoa coloca em risco só a vida dela, eu penso que ela está no direito de viver ou morrer, mas as pessoas estão em uma situação, que estão colocando em risco a vida de outras pessoas”, apontou a secretária lembrando que nos finais de semana jovens e adolescente frequentam festas “escondidas” e que devem se lembrar que tem avós em casa. “A responsabilidade do estado precário de cada pessoa que adquiriu o vírus, não é da Saúde, é individual de cada pessoa”.

Galdino ainda lembra que não há hospital no município, apenas a Unidade Mista, e que o hospital de referência, Albert Sabin em Alta Floresta, e outros no Estado, estão colapsados, deixando delicada a situação de futuros pacientes no município. “Então nós vamos mandar estas pessoas contaminadas para onde? O que nós vamos fazer com elas? Não tem vacina, não tem medicação eficaz. O kit covid está sendo bem utilizado e está tendo sucesso em pessoas que, começou os sintomas, procurou a unidade de saúde, aí a gente já entrou com a medicação e isso fez com que impedisse a gravidade da proliferação, dos sintomas, mas não foi comprovado cientificamente uma medicação que seja eficaz no combate ao covid”.

A secretária encerra a entrevista fazendo alerta a população monteverdense. “Então se as pessoas não começar a abrir o olho e pensar no que estão fazendo, elas serão responsáveis pelos seus atos”.


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo