Economia

26/01/2018 08:44 Hiper Notícias

Quase metade da população de MT está com 'nome sujo' na praça

Segundo dados do indicador do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), em dezembro de 2017, o número de dívidas em atraso de moradores do Mato Grosso caiu -1,52%, em relação a dezembro de 2016. O dado ficou acima da média da região Centro-Oeste (-2,36%) e acima da média nacional (-2,72%). Como em dezembro de 2016 a variação no estado foi de -4,97%, houve aceleração anual do indicador no Estado.

Embora o número esteja em queda, a estimativa é de que havia 1,16 milhões de pessoas físicas negativadas em Mato Grosso, o que representa 48,32% da população entre 18 e 94 anos do estado.

Em dezembro de 2017, cada consumidor inadimplente no Mato Grosso tinha em média 2,153 dívidas em atraso. O número ficou acima da média da região Centro-Oeste (2,068) e acima da média nacional registrada no mês (1,934 dívidas). Esta média está abaixo das 2,170 dívidas verificadas no estado em novembro.

De acordo com a pesquisa ainda, na passagem de novembro para dezembro o número de dívidas caiu -2,43%, muito estimulado pela primeira parcela do 13º salário. Já na região Centro-Oeste, a variação foi de -3,80%, sendo que o setor com alta anual mais expressiva do número de dívidas no mês passado foi de Água e Luz (21,90%).

Em relação ao número de inadimplentes de Mato Grosso, houve um crescimento de 1,66% em dezembro de 2017, em relação a 2016. Já sobre o número de devedores caiu -1,64%, na passagem de novembro para dezembro.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo