Regional

01/03/2018 09:23 Redação I Nativa News

Rodovias entre Alto Araguaia e Alta Floresta terão pedágio de R$ 7,90 em 2019

O governo de Mato Grosso realizou nesta quarta-feira, dia 28, em São Paulo, o leilão de concessões de rodovias no estado. A partir do ano que vem, os motoristas vão pagar pedágio nas regiões de Alto Araguaia e de Alta Floresta. O preço base vai ser de R$ 7,90, com cobrança em cinco pontos das rodovias.
 
Os envelopes com as propostas foram entregues na B3, a bolsa de valores de São Paulo. Após a leitura das propostas oferecidas, foi declarado vencedor das concessões o consórcio Via Brasil, formado por empresas das áreas de saneamento e energia, que ganhou as licitações oferecendo R$ 13,6 milhões pela outorga dos dois trechos. O primeiro compreende 111 km na região de Alto Araguaia e o segundo, 180 km em Alta Floresta. A concessão é de trinta anos e não inclui a duplicação das rodovias.
 
“As duas rodovias têm trechos críticos que devem ser recuperados. E (os trabalhos incluem) um rejuvenescimento de todo o pavimento para se iniciar a cobrança", afirma Mário Marcondes, presidente da Conasa, empresa que integra o consórcio Via Brasil. Ele afirma que os investimentos nos dois trechos correspondem a quase R$ 900 milhões, sendo que quase metade do valor deve ser injetado nos primeiros cinco anos. 
 
“Nosso foco não é arrecadar, é transformar estas concessões em investimentos e, consequentemente, em novos investimentos”, diz Marcondes.
 
De acordo com o governador de Mato Grosso, Pedro Taques, o estado é um grande produtor, mas ainda carece de estradas. “E rodovias são importantes para o crescimento da produção, mas também para o transporte de pessoas”, afirma. 
 
O próximo lote de rodovias mato-grossenses a ser leiloado na bolsa é um trecho de 233 km em Tangará da Serra, com previsão para ser realizado em 18 de abril. “Temos mais 12 (trechos) em Processo de Manifestação de Interesse (PMI). E, além dos 8 mil km de rodovias que temos, há interesse em pavimentação e reconstrução”, diz o governador.

A promessa é que as novas concessões para as rodovias estaduais tenham resultado diferente do que ocorre na BR-163, em que a concessionária não conseguiu cumprir o contrato. "O que está acontecendo hoje na Rota Oeste, cobrar pedágio e não fazer obra é totalmente diferente do que nós estamos fazendo", diz o secretário de Insfraestrutura de Mato Grosso, Marcelo Duarte.

 


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados a Gund e Caldas LTDA ME - Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo