Destaques

01/12/2021 11:29 Lindomar Leal/Assessoria

Alta Floresta: iniciada a primeira etapa do Mutirão de Limpeza do Rio Teles Pires

Teve início na segunda-feira (29.11) a primeira etapa da 11ª edição do Mutirão de Limpeza do Rio Teles Pires. O objetivo é que o recolhimento de lixo e entulho aconteça em 25 dias.

O presidente da Câmara Municipal de Alta Floresta, Oslen Dias dos Santos “Tuti” (PSDB), um dos grandes incentivadores do mutirão, explica que este ano as equipes estão imbuídas no mesmo propósito das ações da última edição.

“Estamos iniciando mais uma edição desse evento tão importante para a preservação do maior rio da nossa região, para isso contamos com o apoio voluntário de várias pessoas e esperamos que este ano o resultado seja positivo, com a retirada de menos lixo”, disse o Presidente do Legislativo Municipal.

Dezenas de voluntários estão envolvidos nesta ação. A área de abrangência do mutirão compreende mais de 200 quilômetros entre os municípios de Alta Floresta, Carlinda, Nova Canaã do Norte e Paranaíta.

João Rodrigues, o popular Bisteca, ressalta que o mutirão tem contribuído para a diminuição de lixo e entulhos. “Nos pontos que começamos diminuiu bastante [lixo], sinal que o mutirão está dando certo”, avaliou ao comentar sobre o início da 11ª edição do mutirão.

Foto: Divulgação

Evento Oficial

O Mutirão de Limpeza do Rio Teles Pires acontece desde 2011 e em 2019 passou a ser evento de caráter tradicional, ambiental, cultural e popular do calendário oficial de datas e eventos do município de Alta Floresta, conforme a Lei Municipal 2.533/2019. O objetivo é garantir a preservação do maior rio da região.

O Rio Teles Pires

Com uma extensão de 1.457 quilômetros, o Rio Teles Pires banha os estados de Mato Grosso e Pará, e tem em sua bacia uma intensa atividade agropecuária distribuída em praticamente toda a sua extensão, abrangendo alguns dos municípios com maior produção de grãos do Brasil. Tem como afluentes pela margem direita os rios: Caiapó, Tabatinga, Parado, Peixoto de Azevedo e Cururu-Açú; e pela margem esquerda os rios: Verde, Paranaíba, Apiacás e Santa Rosa.

Conta, em seu curso, com o Complexo Hidrelétrico Teles Pires, formado por 6 usinas: UHE São Manoel (700 MW), UHE Teles Pires (1820 MW), Usina Hidrelétrica de Colíder (300 MW), UHE Sinop (401 MW), UHE Magessi (53 MW, planejada) e UHE Foz do Apiacás, no rio Apiacás, seu principal afluente (275 MW, planejada).

O Rio Teles Pires também é o principal atrativo dos turistas que gostaram da pesca esportiva. Em suas águas, o maior rio da região possui diversas espécies de peixes como: jaú, pintado, matrinchã, piraíba e pirarara.

Entre os principais municípios drenados pelo rio Teles Pires estão Alta Floresta, Carlinda, Colíder, Itaúba, Lucas do Rio Verde, Matupá, Paranaíta, Peixoto de Azevedo, Sinop e Sorriso, além do município de Jacareacanga, no Estado do Pará.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo