Entretenimento

08/07/2021 05:25 E-Pipoca

Cinema Nacional fará filme sobre ex-jogadoras de basquete

Leticia Colin e Camila Márdila estrelarão um dos mais novos filmes nacionais, dedicado para as ex-atletas brasileiras Hortência e Magic Paula

Proporcionando uma maior visibilidade ao esporte feminino, o cinema nacional se prepara para produzir um filme sobre as ex-jogadoras. 

Medalhistas olímpicas e campeãs mundiais de basquete pelo Brasil, Hortência e Magic Paula se tornaram as mais conhecidas jogadoras desse esporte no país e, durante algum tempo, rivalizaram pelo titulo de melhor jogadora.

Agora, a história das atletas deve ser dramatizada através da atuação de Leticia Colin e Camila Márdila que viverão, respectivamente, Hortência e Paula nos cinemas. De acordo com produção do longa, a escolha das atrizes foi a aprovada pelas próprias.

Nesse sentido, o filme deve se passar entre os anos 1989 e 1996, período em que as protagonistas conquistaram, pela seleção brasileira, a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos em Cuba, além do título mundial, e a medalha de prata nas Olímpiadas de Atlanta.

Ainda sem um titulo definido, a produção será formada, em grande parte, por mulheres, e deve ser dirigida por Georgia Guerra, conhecida por liderar a produção do documentário O samba que mora em mim.

O filme foi um dos poucos que conseguiu captar recursos da Ancine, em 2021. Com o orçamento de aproximadamente R$ 6,9 milhões, o longa deve começar suas filmagens ainda este ano. 

Com o sinal verde para o começo de sua produção, o filme traz consigo um reconhecimento para o esporte nacional, mais especificamente, para a seleção feminina, que carece de representação nas produções nacionais.

No entanto, a produção ainda não possui uma previsão para chegar aos cinemas. Os últimos anos foram difíceis para o cinema nacional e a falta de investimentos e apoio do governo para a realização de produções se tornou recorrente.

Com isso, infelizmente, 2021 marca mais um ano em que o Brasil chega ao Festival sem nenhum longa-metragem totalmente nacional.

Ainda nesse sentido, nenhuma produção brasileira conseguiu indicações para concorrer nas maiores categorias da premiação, como por exemplo a Palma de Ouro. 

De forma bem simbólica, o drama de Casa de Antiguidades, desfilará pelo tapete vermelho do evento, representando o cinema nacional.

Porém, ainda diante deste cenário, o Brasil exibirá filme Medusa, seu único longa no Festival, sem parcerias internacionais. A reprodução ocorrerá na Quinzena dos Realizadores, uma sessão independente, que acontece em paralelo ao Festival de Cannes.


Queimada   crime nativa newsBanner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo