Polícia

27/06/2021 09:44

Suspeito fura barreira em Nova Monte Verde e é morto pela PM

Apenas no sábado (26), policiais apreenderam quase R$ 140 mil, joias, armas e munições

Um homem identificado como Francisco de Assis Cavalcante dos Santos foi morto por policiais neste sábado (26), após furar uma barreira no município de Nova Monte Verde (a 944 km de Cuiabá).

Para o Batalhão de Operações Especiais (Bope), “Galego” - como era conhecido – seria um dos integrantes do grupo que invadiu e roubou duas cooperativas de crédito no Centro de Nova Bandeirantes ( a 1005 km de Cuiabá), no dia 4 de junho.

Conforme relatos da Polícia Militar, uma barreira policial estava sendo realizada nas entradas do município de Nova Monte Verde, quando um veículo não obedeceu as ordens de parada.

Agentes da polícia efetuaram disparos que acabaram por atingir “Galego”. Segundo a PM, ele portava uma arma de fogo.

Quase R$ 140 mil recuperados

Na tarde de ontem, foram apreendidos o montante de R$ 138.646,00, possivelmente fruto dos roubos às agências bancárias.

Destes, R$ 134.006,00 estavam em posse de Franklis Souza de Jesus, que também é suspeito de integrar o grupo criminoso e foi preso.

Franklis também possuía um fuzil Ruger Cal 5.56, munições de variados calibres, rede, mochila, rádio de comunicação e colete balístico.

Morte em confronto

Antes da morte de Galego, a Força Tática de Sinop foi apurar uma denúncia de que suspeitos estaria no Distrito de Japuranã, seguindo em direção à Balsa do Rio Juruena.

Chegando no local, eles avistaram cinco suspeitos tentando roubar uma caminhonete com armas em punho.

De acordo com a Polícia Militar, os bandidos, ao verem os policiais, dispararam contra a equipe, que revidou e acabou atingindo um deles. O suspeito morreu, mas não teve a identidade revelada até o momento.

Com ele, foram apreendidos uma pistola .380, uma mochila com rede, vestimentas, uma quantia de R$ 4.640,00 em dinheiro e joias. Os demais fugiram pela mata.

Outras mortes

Até agora, sete dos assaltantes foram mortos em dois confrontos com policiais do Bope e Força Tática.

O primeiro aconteceu no dia 10 de junho, resultando na morte de Romário de Oliveira Batista, Luiz Miguel Melek e Maciel Gomes de Oliveira e Waldeir Porto Costa.

O segundo ocorreu na segunda-feira (21), quando morreram Diego de Almeida Costa e Adailton Santos da Silva.

Até o momento, foram apreendidos um fuzil, quantia em dinheiro e arma curta. A Sesp-MT esclarece ainda que as ocorrências relativas às ações policiais estão em andamento.


Queimada   crime nativa newsBanner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo