Regional

26/07/2021 08:56 RdNews

Governo nega aumento de imposto do gás de cozinha em MT e rebate deputado

OGoverno de Mato Grosso afirma que tem o índice de ICMS sobre o gás de cozinha mais baixo do país. A tributação do Estado é de 12% e o Executivo assevera que não houve "qualquer aumento da alíquota nos últimos anos".

As afirmações são uma resposta ao deputado estadual Faissal Calil. Segundo o Executivo, sob Mauro Mendes (DEM), o parlamentar "espalha fake News em suas redes sociais ao dizer que o governo aumentou a alíquota do imposto. O que é mentira!". No Instagram, Faissal disse: "recentemente Mato Grosso entrou para o topo de uma lista nada boa: a do gás mais caro do país. Quer saber por que isso acontece? Recentemente Mauro Mendes aumentou ainda mais o ICMS sobre o gás"

Segundo o Estado, a composição do preço do gás de cozinha em Mato Grosso é de 12% do ICMS; 38,7% é o índice da revenda e lucro pelas distribuidoras; e 49,3% é o valor cobrado pela Petrobrás. "A margem de lucro bruta praticada pelas empresas em Mato Grosso é de R$ 38, enquanto a média nacional é de R$ 20", aponta.

Além de Mato Grosso, também mantêm alíquota de 12% do ICMS, os Estados do Amapá, Bahia, Goiás, Rondônia, Rio Grande do Sul, Sergipe, Tocantins e o Distrito Federal. Os mais caros são Alagoas, Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte, com 18%.

 

 


Queimada   crime nativa newsBanner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo