Regional

16/11/2021 17:14 g1.globo.com

Sinop: Mulheres trans dizem que foram impedidas de usar banheiro feminino em bar e denunciam caso à polícia

Duas mulheres transexuais registraram um boletim de ocorrência nessa segunda-feira (15) contra um bar em Sinop, no norte de Mato Grosso, que teria as impedido de usarem o banheiro feminino, na noite de domingo (14).
Em nota, o Bar Cerveja de Garrafa informou que tomou todas as medidas necessárias para que nenhum cliente sofra constrangimento no estabelecimento.


"O Bar Cerveja de Garrafa vem esclarecer que não compactua ou instrui seus colaboradores e prestadores de serviços terceirizados a ter qualquer tipo de atitude preconceituosa e discriminatória", diz. Fernanda Santana e Manuelly Souza estavam acompanhadas de outras mulheres no bar. Durante a festa, elas entraram no banheiro e, na saída, foram abordadas pelos seguranças.


Em um vídeo gravado pelas vítimas durante a conversa mostra o momento em que um dos seguranças diz que os maridos das mulheres estavam reclamando da presença delas no banheiro feminino." Aqui você não usa o banheiro feminino. Se não está feliz, pode se retirar. Aqui tem regras", diz.


Segundo as trans, elas foram orientadas a usarem o banheiro masculino ou o banheiro para deficientes Fernanda contou que é cliente do bar há algum tempo e que quis levar a amiga, que é de Goiânia (GO) e estava em Sinop a passeio, para conhecer o local.


"Entrei primeiro no banheiro e minha amiga entrou logo em seguida contando que um homem disse a ela que não poderíamos usar aquele banheiro, que deveríamos usar o masculino. Pensei que era um doido e desacreditei do que tinha falado", relatou.


Conforme o boletim de ocorrência, quando as duas saíram já se depararam com os seguranças do local chamando para conversar. Elas foram acompanhadas pelos agentes do local até o balcão do bar. "Achei errado, porque deveriam ter nos chamado para um local mais reservado, com menos movimento. Tratamos eles super bem, mas eles gritavam, falavam para todos ouvirem. As pessoas que estavam ao redor ficaram olhando. Ficamos muito constrangidas. Foi um choque", disse Fernanda.


Manuelly contou que elas ficaram sem reação e voltaram para a mesa constrangidas. Em seguida, duas mulheres que estavam com Fernanda e Manuelly conversaram com os seguranças e, tempo depois, eles teriam voltado atrás e pedido desculpas. Segundo elas, eles afirmaram que elas estavam 'livres' para usar o banheiro que preferirem.


Elas afirmaram ainda que o gerente ofereceu um combo de bebida como pedido de desculpas, mas elas recusaram. "Se é uma regra do estabelecimento, deveria ter sido esclarecida desde o início", pontuou.
Nessa segunda-feira (15), um dos sócios do local mandou mensagem pedindo desculpas para as clientes e afirmando que o gerente só tinha uma semana do local e que, por isso, não sabia do funcionamento.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

Logo

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo